ARGUMENTAÇÃO PARA RECURSO – PMMG –   PROVA TIPO A – QUESTÃO 4

ARGUMENTAÇÃO PARA RECURSO

– PMMG –

PROVA TIPO A – QUESTÃO 4

 

Prezado(a) Candidato-Aluno(a),

 

Segue a argumentação / fundamentação para que você possa entrar com o recurso contra a QUESTÃO 4, da PROVA TIPO A.

 

Todos que erraram esta questão devem entrar com o recurso no prazo e termos que forem dados no edital e nas próximas publicações da banca. Fique atento(a).

 

Estou à sua disposição caso tenha dúvidas: 61 98147-7837 (WhatsApp)

 

 

QUESTÃO 4

 

 

Argumentação:

 

Solicita-se a anulação da questão 4 por não conter resposta possível para o que se pede no comando da referida questão.

 

No  comando da questão, pede-se que se marque a assertiva CORRETA:

 

“4ª QUESTÃO – Leia o fragmento a seguir e marque a alternativa CORRETA.

“Examinei o carro na garagem. Corri orgulhosamente a mão de leve pelos pára-lamas, os pára-choques sem marca. Poucas pessoas, no mundo inteiro, igualavam a minha habilidade no uso daquelas máquinas.”

 

No fragmento, o autor demostra que o personagem se orgulha da sua perícia e do veículo intacto. No entanto, ao analisarmos todo o texto podemos afirmar que:

 

  1. ( ) O personagem demonstra um sentimento de rejeição ao poder que lhe inspira a potência do carro.

 

Ele claramente não rejeita o poder que lhe inspira o carro, ele tem orgulho dele: “Poucas pessoas, no mundo inteiro, igualavam a minha habilidade no uso daquelas máquinas.”

 

  1. ( ) O personagem demonstra um sentimento faccioso em relação ao sentimento altruísta que lhe inspira a sua vítima.

 

Seu sentimento não era altruísta e sim prazeroso em relação à vítima, a quem desprezava. No fragmento dado como objeto de análise, não há menção à vítima.

 

  1. ( ) O personagem se inebria com a sensação de poder, materializada na potência do carro e na sua inigualável habilidade no uso da máquina.

 

Esta assertiva fora dada como correta, porém incorre em erro ao analisar-se o fragmento exposto para base de argumentação. No fragmento em questão, afirma-se que “[Poucas pessoas[, no mundo inteiro, [igualavam a minha habilidade no uso daquelas máquinas].” grifos meus, afirmando, portanto, haver pessoas que se igualavam ao personagem na habilidade com os carros, poucas, mas há.

 

Na assertiva, fora usado o vocábulo “inigualável”, contrário de quem se igual, negação de alguém que se iguale, de acordo com o dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, 2ª edição, na frase: “na sua inigualável habilidade no uso da máquina”. Sendo assim, não se poderia considerar correta a assertiva que afirma o contrário do que se diz no fragmento dado.

 

  1. ( ) O personagem demonstra um sentimento de pragmatismo em relação à potência do carro e sua habilidade no uso da máquina.

 

Pragmático ele não tem em relação à potência do carro, portanto assertiva errada mesmo.

 

Sendo assim, pela demonstração acima e pelos princípios norteadores do padrão culto da linguagem em língua portuguesa, bem como com o uso do vernáculo da Língua Portuguesa aqui representado pelo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, a questão não possui resposta a ser dada, impossibilitando o candidato de fazer a marcação no gabarito final, devendo ser anulada.

 

Termos em que pede deferimento.

 

Bibliografia:

 

HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro, Ed. Objetiva, 2001.

 

(7) Comentário

  • Edna Soares 4 de setembro de 2018 @ 14:10

    Maravilha professor!
    Encaminharei esse recurso para a PMMG.
    Obrigada.

    • Diego Amorim 11 de setembro de 2018 @ 21:34

      MUITO BOA SORTE!

    • Diego Amorim 6 de fevereiro de 2019 @ 10:09

      SORTE!!!

  • Ricardo 4 de setembro de 2018 @ 18:05

    Excelente professor, realmente percebi isso no momento da prova por isso desconsiderei esta alternativa.

    • Diego Amorim 11 de setembro de 2018 @ 21:35

      MARAVILHA!

      • Diego Amorim 6 de fevereiro de 2019 @ 10:08

        CONTE COMIGO.

    • Diego Amorim 6 de fevereiro de 2019 @ 10:09

      SHOW.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X